O uso de máscaras agora será obrigatório em qualquer local público na sua cidade, incluindo restaurantes, mercados, farmácias, entre outros. Estamos trabalhando todos os dias para fornecer para você máscaras e tudo que for necessário para sua saúde. Contudo, dado o cenário que vivemos, queremos te ajudar a se proteger, proteger seus familiares e pessoas ao seu redor. Com isso, veja aqui como fazer sua máscara caseira.

As máscaras caseiras são equipamentos que podem criar uma barreira que impeça a disseminação de gotículas contaminadas e o contato do vírus com a boca e o nariz. Elas serão úteis principalmente em locais de aglomeração, como restaurantes, supermercados e farmácias. Com elas, você cuida tanto de você quanto dos outros, evitando disseminar o vírus.

Mas atenção: o uso da máscara não dispensa a importância da lavagem correta das mãos.

Veja agora como montar sua máscara caseira:

Especificações da máscara

Para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir as seguintes especificações:

  • Ter pelo menos duas camadas de pano
  • Ser individual
  • Serem feitas com algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos
  • Devem ser bem higienizadas (é indicado água e sabão ou água sanitária na lavagem após o uso)
  • Serem feitas nas medidas corretas: cobrindo totalmente a boca e nariz e serem bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais.

Cuidados necessários

  • Com as mãos lavadas, é preciso colocar a máscara sobre o rosto de modo que cubra tanto o queixo, quanto o nariz.
  • A máscara não pode ficar frouxa no rosto. Para isso, o ideal, quando possível, é usar um acessório de metal na parte superior da máscara, de modo que ela fique próxima ao nariz e evite a entrada e a saída de ar.
  • Durante o uso, não se deve tocar na máscara, nem colocá-na na testa, como se fossem óculos de sol. Não a remova nem para falar.
  • Quando for retirar a máscara, não se deve encostar a mão no tecido, apenas nas alças laterais que ficam acopladas à orelha.
  • A higienização, antes e depois do uso, deve ser feita com água e sabão. O uso de água sanitária também é permitido.
  • Cada pessoa deve ter sua própria máscara — e jamais compartilhá-la.
  • O equipamento deve ser trocado sempre que estiver úmido. No caso das cirúrgicas, a recomendação é de que o procedimento seja feito de duas em duas horas

Queremos lembra-lo uma vez mais: sua saúde vem em primeiro lugar!

Na Rappi, nos preocupamos com você 🙂

© 2020 – Válido para Curitiba, João Pessoa, Belo Horizonte, Salvador, Campinas e Rio de Janeiro
#SomosTodosRappi

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: